Enem não poderá mais ser usado como do Certificação do ensino médio!
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (15.656 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Enem não poderá mais ser usado como do Certificação do ensino médio!

Um diploma de ensino superior é o que motiva muitos estudantes a fazerem o Enem e conseguirem entrar para uma universidade, mas existem aqueles estudantes que sonham em terminar o ensino médio, e com a ajuda do Exame Nacional do Ensino Médio esse era um passo mais rápido e garantido, já que a nota da prova poderia garantir o certificado de conclusão do ensino médio para estudantes acima de 18 anos e que atingissem certa pontuação.

Para conseguir o diploma via Enem era preciso ter pelo menos 18 anos na data do exame e tirar pelo menos 450 pontos nas quatro provas objetivas e 500 pontos na redação.

Mas essa funcionalidade do Enem foi retirada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa, ou Inep. Essa mudança na prova pode provocar extensa redução no número de inscritos para as provas de 2017.

Enem 2017

Enem 2017. Imagem:divulgação

Segundo dados do Inep, em 2016, 990 mil candidatos realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio com essa finalidade, e destes, 74 mil estudantes obtiveram o certificado, o que seria cerca de 11% dos candidatos. Essa possibilidade estava disponível desde o Enem de 2009.

O ministro Aloizio Mercadante chegou a anunciar um novo exame, que prometia que a partir deste ano, os jovens poderiam obter o diploma por meio do Exame Nacional de Certificação De Competências de Jovens e Adultos, também conhecido como Encceja, mas isso não vai ocorrer.

Isso significa que agora os chamados treineiros, que são alunos que realizam o Enem apenas para treinar o conhecimento e também adquirir experiência no exame serão impedidos de utilizar sua nota para se inscrever em algum vestibular, e a mesma servirá apenas para uma auto-avaliação de conhecimento.

Os treineiros são alunos com menos de 18 anos até o primeiro final de semana das provas e que só irão concluir o ensino médio após o ano de 2017.

Acesse e saiba mais informações: Enem 2017 – Página do participante

Como vai funcionar o Enem 2017

Com as alterações no Exame Nacional do Ensino Médio, previstas na medida provisória 746/2016, a prova deste ano vai ganhar uma cara totalmente nova.

A primeira mudança é que agora o exame ocorrerá em dois domingos, 5 e 12 de novembro. Os sábados vão deixar de ser um dia de prova por causas religiosas, já que muitos alunos sabatistas, ou seja, que guardam os sábados por motivos religiosos. Essa pratica remete às religiões judaica e também protestante. A redação será realizada no primeiro domingo. O caderno de provas agora virá com nome e também número de inscrição dos candidatos.

Qualquer pessoa pode fazer o Enem, e as inscrições para 2017 já podem ser feitas desde o dia 08/05/2017 até as 23h59min do dia 19/05/2017, horário oficial de Brasília, no Distrito Federal. As inscrições são realizadas exclusivamente pela Internet, na Página do Participante.

Enem 2017

Enem 2017. Imagem:divulgação

Acesse e saiba mais informações: Calendário Enem 2017

A taxa de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio 2017 é de R$ 82, e o boleto para pagamento é gerado no momento de conclusão da inscrição. Caso necessite reimprimir o boleto, basta acessar a Página do Participante. Caso você seja estudante que concluirá o ensino médio em Escola Pública, terá isenção na matricula concedida automaticamente no momento da inscrição.

Outras condições para a isenção da taxa de inscrição são participantes inscritos no CadÚnico, que declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto 6.135/2007 ou ainda participantes que se enquadram nos termos da Lei nº 12.799/2013, que dispõe sobre a isenção de pagamento de taxas para inscrição em processos seletivos.

Nos casos acima, de carência, o participante deverá selecionar a opção de isenção de taxa de inscrição no momento da inscrição para as provas, e caso isso não seja feito até a conclusão da matricula, será gerado o boleto e o candidato só poderá realizar o Enem se pagar o valor correspondente.